domingo, outubro 07, 2007

Jorge Amado

Nas Amoreiras há, todos os fins-de-semana e especialmente em alguns, uma feira-do-livro de alfarrabistas, onde compro quase sempre qualquer coisa.
Andava eu a ler um desses romances históricos modernos, caríssimos, anacrónicos na caracterização das personagens, quando descubro por 6 euros, um livro de Jorge Amado, "São Jorge dos Ilhéus", que é a continuação das "Terras do Sem Fim".
Larguei logo o outro e estou a ler este com sofreguidão. É autêntico, genuíno, não imita ninguém, vê-se que o autor era muito atento a toda a realidade do Brasil e à realidade da psicologia humana e que tinha uma enorme personalidade.
É o que falta a muita gente e a muitos autores, personalidade. Estou convencida de que quem não tem opiniões é porque não tem personalidade.

1 comentário:

maria disse...

E "Os Capitães da Areia"???