domingo, dezembro 09, 2007

Educação?!

Embora pareça demasiado óbvio para toda a gente, parece que o governo não percebe que as suas recentes medidas estão a dar cabo do ensino, o que nem parecia possível há uns tempos atrás, pois ele já está de rastos há muito tempo.

Tenho visto em vários blogues os comentários mais sarcásticos ao facto de os alunos deixarem de reprovar por faltas e saliento um no blogue 4ª República. Clicar para ver.

Aparece agora a carta aberta de um professor ao Presidente da República. Como se fala muito no assunto, que surge na 1ª página do Expresso, pode ser que resulte e que o PR faça alguma coisa!

Ver aqui a carta

Mas as anedotas não se ficam por aqui: no Estatuto da Carreira Docente, recentemente aprovado pelo PS, preconiza-se que, se um professor der más notas aos alunos, ele mesmo também terá uma má classificação, por isso mesmo. Mas se der boas notas e os seus alunos tiverem más notas nos exames (há poucas disciplinas que têm exame), então ele também tem má nota. E se os alunos tiverem boas notas nas outras disciplinas (aquelas em que não têm exame e os professores podem dar as notas que bem entenderem), e más naquelas em que têm exame, então.... deve considerar-se a diferença entre umas notas e as outras, como se não houvesse diferença nenhuma da parte de quem as dá.
As pessoas que inventam estas leis saberão ler? Legislam sobre educação sem terem um pingo de inteligência, bom senso, senso comum... etc.

2 comentários:

maria disse...

Nem comento....
Basta fazer as "contas".

zé lérias disse...

Faz hoje 59 anos que foi proclamada a
Declaração Universal dos Direitos do Homem.
E que tal um poste sobre o assunto?
Um abração.