sábado, dezembro 08, 2007

Lugares da Terra

Como já vos disse, só fui uma vez ao Brasil. Não teria ficado decepcionada se a imagem do Brasil que aqui chega não fosse completamente irreal, até porque já sabia que era muito irreal. Tudo aquilo que nós reivindicamos para nós não existe no Brasil nem em parte nenhuma da terra, excepto os países mais desenvolvidos, em que temos a mania de não nos incluirmos. A nossa miséria seria a fortuna da maioria da população desses continentes em que pouca gente come todos os dias.
Mas muitos europeus bacocos, os mais ignorantes ou os mais egoístas, vão para resorts no Brasil ou na Índia e queixam-se de que as piscinas não são grandes o suficiente ou que o marisco não está bom. Como não saem do resort, acham tudo uma maravilha! Um dos paradoxos do nosso tempo é este excesso de estupidez.

Li com muito interesse os jornais do Brasil e todos os dias acesso às principais notícias do Globo Online, através do Google. Tudo parece chegar-nos de outro planeta e mesmo sem ser belo.
Por exemplo, se aqui nos debatemos com o excesso de calorias, a obesidade, a sobrealimentação, o principal problema registado nos hospitais brasileiros é a subnutrição dos doentes que lá aparecem, o que torna difícil qualquer outro tratamento ou cura.

Escrevo isto aqui por me parecer que não é evidente e que deveria ser. Aconselho todo o mundo a informar-se melhor, em vez de se lamentar de que este país é péssimo, está péssimo, está na cauda da Europa e dos outros bichos de cauda.
Enfim, em vez de só olharmos para o nosso umbigo, como fazemos sempre.

2 comentários:

zé lérias disse...

OK! mas se a miséria dos outros nos incitasse ao silêncio, que evolução teria o mundo?
Um abraço e resto de bom fim-de-semana

Nádia Jururu disse...

Não falo do silêncio, apenas não acho que a miséria seja dos outros. Somos todos gente. Já agora, vale a pena ler o próximo post.

Tenho criticado muito o nosso governo e continuarei a fazê-lo... mas existem proporções.