quinta-feira, janeiro 24, 2008

O Ti Bitorino

Havia na minha terra, há muitos anos, um jornaleiro, ou seja, um trabalhador agrícola contratado ao dia (à jorna), chamado Senhor Vitorino (Ti Bitorino).
Ele fazia parte da Acção Católica Nacional, organização católica de antes do 25 de Abril.
O Ti Bitorino foi encarregado de angariar outros sócios para aquilo que ele chamava a "Son Católica" e por isso falou com um colega de trabalho. Perguntou-lhe este que cousa era essa da Son Católica e ele respondeu que se tratava de reuniões dominicais presididas pelo Sr. Dr. Coimbra, figura então muito importante na terra. Perguntou o outro como era isso e ele diz:
- E vai o Sr. Dr. Coimbra e diz uma "pachoichada"(1). E a gente ri-se. E vai o Silva e diz uma "pachoichada". E a gente ri-se. E vou eu digo uma "pachoichada". E a gente ri-se.
E ódespois a gente pagamos 20 merréis (mil reis) e vimo-nos embora.
- Ó Bitorino! Eu para dizer pachoichadas e para ouvir dizer pachoichadas não preciso de pagar 20 mérréis.

Moral da história: vocês têm a certeza de que não pagam 20 mérréis ou mais para ouvir dizer pachoichadas?

(1) pronunciar patchoitchada.

1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.