sábado, dezembro 26, 2009

Cruzes!


Posted by Picasa
Aqui, no Douro Litoral onde me encontro agora, ainda se vêem algumas cruzes como esta na berma das estradas. E são bermas bonitas, agora no Inverno, com tanta vegetação. Adivinhem o que significa a cruz: que morreu aqui um homem, talvez há cinquenta, sessenta anos, creio que caiu. Imaginem se agora puséssemos ainda cruzes em todas as bermas de estrada onde morreu gente: era tudo cheio de cruzes em toda a parte.

4 comentários:

Gi disse...

Há uma tradição longa em Portugal (e não só) de construir alminhas em honra dos mortos, que ainda hoje de certa forma se mantém: conheço dois ou três sítios que estão desde há poucos anos assinalados com cruzes e flores, de maneira semi-permanente, em Lisboa e no Algarve.

Nádia Jururu disse...

Nesta terra que refiro há muitas alminhas. Talvez eu tenha algumas nas minhas fotos...
Essas são por todas as almas do Purgatório, julgo eu, e são recentemente utilizadas para fazer bruxarias (magia negra). Pode ver algo que postei, desse género, em Senhor Da Pedra.
Neste caso deverse-á rezar pelo homem que caiu da ribanceira abaixo, como sabe, o Douro é cheio de ribanceiras... no caso das alminhas, ficam normalmente numa encruzilhada e é suposto rezar pelas almas.
Gosto da sua atenção a este meu blogue. Bom ano para si, Gi.

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

A minha velha Avó, há muitos anos em viagem sem fim pelo imaginário dos netos já entrados diria certamente sobre este assunto:

-"Cruzes, credo", depois benzia-se e de certeza que rezava...

LMC

BLOG DOS NAVIOS E DO MAR

Nádia Jururu disse...

Pois, são essas histórias que vale a pena contar, antes que caiam no esquecimento. Algumas são deliciosas!