quinta-feira, novembro 29, 2012

Menos um burro, menos uma vaca. OH!

(Imagem retirada da net)

Oh! Que ainda me faltava perder mais esta ilusão. Não bastava andarem a dizer que o Pai Natal não existe, nem a  Fada dos Dentes e agora ainda vem o Santo Padre dizer que o burro e a vaca não estavam no presépio. Vocês sabiam? 

Este Natal vai ser mais pobre, mais austero e mais sem graça, sem burro nem vaca. Poderia ao menos tirar o burro e  a vaca lá para 2015, quando é de esperar que estejamos a sair da crise. Ou será para pouparmos nas figurinhas do presépio?

Será que a próxima revelação deste Papa (vocês sabem que gosto dele, até porque nasceu no mesmo dia que eu, 16 de Abril)... Será que a próxima revelação deste Papa vai ser a permissão do sacerdócio das mulheres, ou do casamento dos padres católicos, ou.... pior ainda! 
- Que os reis magos não chegaram a Belém montados em três camelos! E daqui por dois anos, talvez chegue mesmo ao ponto de revelar que os pastores não levaram as ovelhas!

Isto parece-me grave!

Desconfio mesmo que a Merkel obrigou o Papa a dizer isto e também que o Natal não foi em 24 de Dezembro. Se passarmos o Natal e a Páscoa para o Verão, deixa de haver férias e feriados de Natal e de Páscoa. Bem, para nem falarmos do Carnaval... 
E assim, festeja-se tudo em Agosto. Uma semanita chega para tudo.

domingo, novembro 25, 2012

FEIRA DE ARTE DA FIL 2012

FEIRA DE ARTE DE LISBOA FIL 2012

Têm vindo muitos a este blogue à procura de informação sobre este evento, que deveria estar  a decorrer agora.
Mas foi adiada sine die, ou seja, para o próximo ano.
Como esta informação não é dada na net, as pessoas vão lá e dão com o nariz na porta.
Fica aqui a informação, relevante.

As leis descabidas da nossa "justiça"



As nossas leis são maravilhosas. E quem as faz

Matam mulheres e recebem pensão




Claro que também herdam. Por que razão as matariam?

Assassino pode ser herdeiro do cônjuge que matou



Este blogue já tinha denunciado esta situação, pois o assunto foi debatido em Espanha há uns anos e lido em jornais espanhóis. Só agora em Portugal.

sexta-feira, novembro 23, 2012

quinta-feira, novembro 22, 2012

BIG BROTHER: A RTP a trabalhar para a polícia? Ao que nós chegámos!

Fiquei à espera dos desenvolvimentos sobre a carga policial da manifestação de 14 de Novembro e até retirei os posts que havia colocado neste blogue sobre o assunto.
Estava na cara que nem todas as pessoas são estúpidas ou subservientes.
A RTP foi acusada de fornecer à polícia dois DVDs com imagens não editadas da manifestação. Nuno Santos demitiu-se do cargo de Diretor de Informação.
Em comunicado, os trabalhadores da RTP acusam a polícia de ter infiltrados a atirar pedras... 
Como se prova em várias imagens que circulam na net. Todos dizem que eram cerca de 10 os que atiravam pedras, está mais do que provado que, pelo menos 3 desses 10, eram polícias infiltrados.
Pretexto para meterem medo ao cidadão comum.

VER AQUI

A Comissão de Trabalhadores da RTP afirma que

quarta-feira, novembro 21, 2012

O Big Brother Marcelo

As pessoas já nem dormem bem no domingo à noite se o Big Brother Marcelo lhes não atenuar a angústia de domingo à noite, com sua boa disposição de criatura nada afetada pela crise, (o que às vezes chega mesmo ao ponto de confessar.)

Cada semana que passa o Big Brother Marcelo se transforma mais no Big Brother do regime. Já no tempo de Sócrates estava cinzento e pardo, agora incensa a ordem, a resignação, o sacrifício... os portugueses são tão bem comportados! Os que não são assim tão bem comportados não deviam manifestar-se porque estão em minoria. E olhem os polícias, tão bonzinhos, coitadinhos, podem perder a paciência...

Os alunos bem comportados da União Europeia, os portugueses, estão na mesma situação daqueles alunos bem comportados que têm sempre nota negativa, ao passo que outros se portam mal e se saem lindamente. Tadinhos!

As pensões são generosas?

Um bonitinho do FMI, um tal Abebe Selassie, afirmou que as pensões (de reforma) em Portugal são generosas. Sim? Quais pensões?

As de 200 Euros? A do Jardim Gonçalves que ganha por mês o que ninguém ganha na vida inteira? A da Assunção Esteves, que aos 40 anos tem uma ótima pensão por ter trabalhado 10?

Esse bonitinho gosta muito do Vítor Gaspar:


Vítor Gaspar? “Um ministro muito impressionante


Nem admira: como diz o povo, neste provérbio: "Quando se fez a panela, fez-se logo o testo* para ela"


*Testo - tampa

domingo, novembro 18, 2012

Democracia




Howard Zinn, historiador, dramaturgo e ativista social americano, é o autor do livro A People's History of the United States.

Traduzo a frase que se vê na imagem.

"Historicamente, as coisas mais terríveis - guerra, genocídio e escravidão - foram o resultado, não da desobediência, mas da obediência."


Polícia descanonizada




(Imagens que circulam no Facebook)

Durante uns meses, a polícia foi muito bonitinha, estava do lado do povo.

Como se vê claramente pelas imagens, entre os cerca de 10 (toda a gente refere cerca de dez) agitadores e provocadores, pelo menos 3 eram polícias. Ou seriam mais? Seriam todos?

Para quê? 

A ideia é meter medo à população e anular as manifestações pacíficas. 
Alguns testemunhos afirmam que a polícia atacou um homem que estava numa cadeira de rodas e que outras pessoas o rodearam, para o proteger, optando por serem espancadas em vez dele.

Alguns testemunhos afirmam e demonstram por fotos que a polícia agrediu pessoas no Cais do Sodré, bem longe de São Bento e que algumas nunca estiveram na manifestação. 

Dirão que não é pacífica a atitude de quem vê atirar pedras? Então vejam, nas muitas imagens que existem, como teria sido fácil capturar uns cinco que arrancavam pedras da calçada. E estes infiltrados, juntamente com aquele corpo gigantesco de intervenção, não eram capazes de prender 5 ou 6 criaturas e deixar em paz as outras?

Apanhar os provocadores era obrigação da polícia, até para proteger os que se manifestavam pacificamente. Mas se alguns deles, talvez metade deles, eram agentes da polícia....

Também me surpreende a opinião de muitas pessoas, incluindo comentadores políticos, manifestando enorme estranheza por as pessoas não terem fugido mais cedo. Perguntam se não era previsível o ataque da polícia de choque.

A mim parece-me que, se estão presentes muitos polícias de choque com ar beligerante, armados até aos dentes, com carrinhas de grades... sim, é previsível. E respondo:

- A coragem deixou de ser uma virtude? 
- A CORAGEM PASSOU A SER UM DISPARATE?

Se só existissem os rádios, as televisões e os jornais, nunca teríamos acesso a esta informação. Mas a net, o Facebook e os blogues encarregam-se de mostrar o que os mass media tentam esconder.



sábado, novembro 17, 2012

Trabalhar, ou... trabalhar mesmo?





Ainda há quem faça este trabalho? A mim parece-me que muitas pessoas que conheço não sabem fazer nada mais complicado do que isto: mas fazem. Foto tirada hoje, no Nepal.

MEU ÁLBUM NAVEGAÇÕES

Decidi compartilhar aqui um slideshow do meu álbum navegações, do Flickr.
Como estou a colaborar noutro blogue, vou aprendendo a fazer coisas novas.
Dedico este slideshow ao / à  Calafona, que tanto gosta das minhas coisas. Exceto, talvez, dos meus livros?
Não importa. Hei-de escrever mais livros. Quando tiver sossego.

terça-feira, novembro 13, 2012

GREVE GERAL EUROPEIA 14 DE NOVEMBRO




CALCULO QUE MUITAS PESSOAS NÃO FARÃO GREVE AMANHÃ, PORQUE VÃO RECEBER, MESMO ASSIM, MENOS DE METADE DO QUE RECEBERAM SEMPRE, NO NATAL. ALGUNS NÃO PODERÃO SUPORTAR ESSA DESPESA.
OS QUE A PODEM SUPORTAR, COMO EU E COMO MUITOS DE VOCÊS, TÊM OBRIGAÇÃO DE FAZER GREVE, POR TODOS!!!
NÃO É POR MAIS UM BONECO DO PAI NATAL OU POR MAIS UMAS LUZES NA ÁRVORE OU POR MAIS UMAS QUINQUILHARIAS COMERCIAIS E RIDÍCULAS, OU POR MAIS UNS EUROS NOS BANCOS QUE SE PODE ABDICAR DA LUTA.
BEIJINHOS, FELIZ NATAL. FELIZ GREVE.

segunda-feira, novembro 12, 2012

Receção a Angela Merkel - Lisboa



Com grande pena minha, não pude acompanhar durante muito tempo a receção à Merkel, (Merkula), mas aqui vai uma ideia geral.

CARTA ABERTA A ANGELA MERKEL


ESTE BLOGUE DESEJA SUBSCREVER A CARTA DE MÁS VINDAS A ANGELA MERKEL, QUE AQUI É REPRODUZIDA.



Cara chanceler Merkel,

Antes de mais, gostaríamos de referir que nos dirigimos a si apenas como chanceler da Alemanha. Não votámos em si e não reconhecemos que haja uma chanceler da Europa. Nesse sentido, nós, subscritores e subscritoras desta carta aberta, vimos por este meio escrever-lhe na qualidade de cidadãos e cidadãs. Cidadãos e cidadãs de um país que pretende visitar no próximo dia 12 de Novembro, assim como cidadãos e cidadãs solidários com a situação de todos os países atacados pela austeridade. Pelo carácter da visita anunciada e perante a grave situação económica e social vivida em Portugal, afirmamos que não é bem-vinda. A senhora chanceler deve ser consideradapersona non grata em território português porque vem, claramente, interferir nas decisões do Estado Português sem ter sido democraticamente mandatada por quem aqui vive.

Mesmo assim, como o nosso governo há algum tempo deixou de obedecer às leis deste país e à Constituição da República, dirigimos esta carta directamente a si. A presença de vários grandes empresários na sua comitiva é um ultraje. Sob o disfarce de "investimento estrangeiro", a senhora chanceler trará consigo uma série de pessoas que vêm observar as ruínas em que a sua política deixou a economia portuguesa, além da grega, da irlandesa, da italiana e da espanhola. A sua comitiva junta não só quem coagiu o Estado Português, com a conivência do governo, a privatizar o seu património e bens mais preciosos, como potenciais beneficiários desse património e de bens públicos, comprando-os hoje a preço de saldo.

Esta interpelação não pode nem deve ser vista como uma qualquer reivindicação nacionalista ou chauvinista – é uma interpelação que se dirige especificamente a si, enquanto promotora máxima da doutrina neoliberal que está a arruinar a Europa. Tão pouco interpelamos o povo alemão, que tem toda a legitimidade democrática para eleger quem quiser para os seus cargos representativos. No entanto, neste país onde vivemos, o seu nome nunca esteve em nenhuma urna. Não a elegemos. Como tal, não lhe reconhecemos o direito de nos representar e menos ainda de tomar decisões políticas em nosso nome.

E não estamos sozinhos. No próximo dia 14 de Novembro, dois dias depois da sua anunciada visita, erguer-nos-emos com outros povos irmãos numa greve geral que inclui muitos países europeus. Será uma greve contra governos que traíram e traem a confiança depositada neles pelas cidadãs e cidadãos, uma greve contra a austeridade conduzida por eles. Mas não se iluda, senhora chanceler. Também será uma greve contra a austeridade imposta pela troika e por todos aqueles que a pretendem transformar em regime autoritário. Será, portanto, uma greve também contra si. E se saudamos os nossos povos irmãos da Grécia, de Espanha, de Itália, do Chipre e de Malta, saudamos também o povo alemão que sofre connosco. Sabemos bem que o Wirtschaftswunder, o “milagre económico” alemão, foi construído com base em perdões sucessivos da dívida alemã por parte dos seus principais credores. Sabemos que a suposta pujança económica alemã actual é construída à custa de uma brutal repressão salarial que dura há mais de dez anos e da criação massiva de trabalho precário, temporário e mal-remunerado, que aflige boa parte do povo alemão. Isto mostra também qual é a perspectiva que a senhora Merkel tem para a Alemanha.

É plausível que não nos responda. E é provável que o governo português, subserviente, fraco e débil, a receba entre flores e aplausos. Mas a verdade, senhora chanceler, é que a maioria da população portuguesa desaprova cabalmente a forma como este governo, sustentado pela troika e por si, está a destruir o país. Mesmo que escolha um percurso secreto e um aeroporto privado, para não enfrentar manifestações e protestos contra a sua visita, saiba que essas manifestações e protestos ocorrerão em todo o país. E serão protestos contra si e aquilo que representa. A sua comitiva poderá tentar ignorar-nos. A Comissão Europeia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Central Europeu podem tentar ignorar-nos. Mas somos cada vez mais, senhora Merkel. Aqui e em todos os países. As nossas manifestações e protestos terão cada vez mais força. Cada vez conhecemos melhor a realidade. As histórias que nos contavam nunca bateram certo e agora sabemos serem mentiras descaradas.

Acordámos, senhora Merkel. Seja mal-vinda a Portugal.

domingo, novembro 11, 2012

CORRIDA SEMPRE MULHER







NO MEIO DE TANTA PREOCUPAÇÃO, TRISTEZA E REVOLTA, LISBOA AMANHECE COLORIDA DE COR DE ROSA. CORRIDA SEMPRE MULHER, CONTRA O CANCRO DA MAMA, CUJA RECEITA REVERTE A FAVOR DESSA CAUSA.
A NADINHA ACABA DE DESCOBRIR UM A SUA GRANDE FALHA CULTURAL: TODO O MULHERIO PORTUGUÊS SE PASSA DOS CARRETOS POR UM TAL TÓNIO CARREIRA, QUE A NADINHA NEM CONHECIA.
E PARECE QUE ATÉ SABEM DE COR AS LETRAS, COMO SE VÊ NAS IMAGENS.
A NADINHA FICOU HORRENDA, MAS É ERRO DA FOTÓGRAFA. E A INDUMENTÁRIA NÃO AJUDA. LOL.

sábado, novembro 10, 2012

A VACA PROFANA ALEMÃ



EU VOU TRATAR BEM A VACA PROFANA, TERMO DE CAETANO VELOSO.
REFIRO-ME, É CLARO À MÉRKULA.
SE PUDER, VOU CANTAR.

VER AQUI

Francisco Louçã diz que "assaltante" Merkel "terá resposta" na visita a Lisboa


ESTA NOTÍCIA DO PÚBLICO PROPÕE A PARTICIPAÇÃO DOS BLOGUES NOS COMENTÁRIOS, MAS NÃO TEM NENHUM. SERÁ QUE UM TEMA DESTES PASSA DESPERCEBIDO AOS BLOGGERS? ESTE BLOGUE, POR EXEMPLO, TENTOU COLOCAR UM COMMENT A ESSA NOTÍCIA.

MANIFESTAÇÃO

Saindo do Largo do Calvário às 13h, seguiremos até Belém onde expressaremos claramente que a Merkel Não Manda Aqui!



ENTRE OUTRAS CANTIGAS MELHORES, ATÉ PODEMOS CANTAR ESTA HORRENDA:








NA VERDADE, A ALEMANHA É A GRANDE CULPADA DA NOSSA SITUAÇÃO, AO TER INVESTIDO EM MASSA NO FLOP QUE FOI O INVESTIMENTO NO SUBPRIME, NA BOLSA AMERICANA, SITUAÇÃO QUE PºROVOCOU  ACRISE MUNDIA. POR QUE SOMOS NÓS OS MAIS PREJUDICADOS COM ESTA CRISE?
RESPOSTA: PELA CORRUPÇAÕ MUNDIAL E PELA CORRUPÇÃO DOS NOSSOS GOVERNATES.

sexta-feira, novembro 09, 2012

A VACA SAGRADA



Por favor, senhora dona Merkel, abandone  a Europa que não gosta de si e vá para a Índia fazer companhia às suas parentas:
As vacas sagradas.

Revolução


Por que não coramos de vergonha com algumas declarações que temos ouvido, e nem vou dar exemplos?

Porque quando corarmos de vergonha, fazemos outra grande revolução.

Uma revolução tão grande, tão grande, que vai deixar tudo exatamente na mesma.

quarta-feira, novembro 07, 2012

Também queremos políticos pretos!





Boas notícias trazem os jornais: Barack Obama foi reeleito como presidente dos Estados Unidos.


Como nunca duvidei de que ganharia, nem sequer referi aqui esta eleição. Tinha de ser: Obama é o presente e o futuro, o outro pertence ao passado. E o atual presente é já futuro.

Obama é o "estado social" da América. Obama consegue ainda ser a realização da utopia.
Obama tem discursos inflamados, inspiradores, capazes de fazerem levantar sonhos na alma a qualquer cidadão. De qualquer país.



 E que mensagem fantástica. Como diz, quando diz: 

"o melhor ainda está para vir". 

Anunciada que esteve a morte de todas as coisas boas, Obama anuncia o aparecimento (talvez místico) de coisas melhores. De um tempo melhor.


Que longe destes nossos bacocos, provincianos, atrasados, lingrinhas: Passos Coelho - (LOL LOL LOL), Paulo Portas - (LOL LOL LOL), Gaspar - Duplo ou triplo (LOL LOL LOL LOL LOL).



Também queremos políticos pretos!



OU AQUI: 

Obama teve forte apoio de minorias e mulheres para conquistar reeleição

terça-feira, novembro 06, 2012

Heil Merkel!





Estamos a atravessar uma espécie de fascismo / nazismo na Europa, decorrente da diferença entre os interesses europeus, os interesses nacionais dos diferentes países e os interesses dos cidadãos europeus, receosos de virem a emagrecer para além daquilo que gostariam, embora quase todo o mundo queira emagrecer um nadinha, por motivos meramente estéticos.

Aparentemente, corremos o risco de emagrecer tanto como os judeus dos campos de concentração. 

É claro que todos nós gostaríamos de ir para um local fechado e interdito, durante algum tempo, onde emagreceríamos uns 5 ou 10 kilos, comendo pouco ou quase nada. Mas não para sempre. Só durante uma semanita. Tipo clínica de estética. 
Não confundir com campo de concentração nazi.

Este arrazoado vem a propósito desta notícia:

(CLICAR AQUI) Desempregados gregos deixam de ter acesso a atendimento médico



Se o desempregados (gregos?) morrerem de fome ou de doença, acaba-se com o desemprego. E também com a população. Que giro! Só ficam os ricos. Caucasianos. Ou mesmo os arianos. 

Que bom!!! Vamos realizar, na Europa, o sonho do Hitler. Com algum atraso, mas com muita energia e força de vontade, vamos conseguir!

(Há vários anos eu tinha desistido de usar estes adjetivos: fascismo, nazismo e até me pareciam termos obsoletos. Mas há quem me considere ingénua: quase sempre criaturas que eu também considero ingénuas.)http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1175044-desempregados-gregos-deixam-de-ter-acesso-a-atendimento-medico.shtml

Heil Merkel!







Estamos a atravessar uma espécie de fascismo / nazismo na Europa, decorrente da diferença entre os interesses europeus, os interesses nacionais dos diferentes países e os interesses dos cidadãos europeus, receosos de virem a emagrecer para além daquilo que gostariam, embora quase todo o mundo queira emagrecer um nadinha, por motivos meramente estéticos.

Aparentemente, corremos o risco de emagrecer tanto como os judeus dos campos de concentração. 

É claro que todos nós gostaríamos de ir para um local fechado e interdito, durante algum tempo, onde emagreceríamos uns 5 ou 10 kilos, comendo pouco ou quase nada. Mas não para sempre. Só durante uma semanita. Tipo clínica de estética. 
Não confundir com campo de concentração nazi.

Este arrazoado vem a propósito desta notícia:

(CLICAR) Desempregados gregos deixam de ter acesso a atendimento médico



Se o desempregados (gregos?) morrerem de fome ou de doença, acaba-se com o desemprego. E também com a população. Que giro! Só ficam os ricos. Caucasianos. Ou mesmo os arianos. 

Que bom!!! Vamos realizar, na Europa, o sonho do Hitler. Com algum atraso, mas com muita energia e força de vontade, vamos conseguir!

(Há vários anos eu tinha desistido de usar estes adjetivos: fascismo, nazismo e até me pareciam termos obsoletos. Mas há quem me considere ingénua: quase sempre criaturas que eu também considero ingénuas.)

sábado, novembro 03, 2012

DE TANGA, OU SEM TANGA?





Nós já fomos assim: bacocos, mas unidos. E precisamos de ser assim: unidos e armados contra a Tróika e outros inimigos públicos, corrupção, etc..
E um dia andaremos assim: assim vestidespidos: não de tanga, como dizia um político, mas sem tanga, como digo eu. LOL

Poupança nos Funerais, ou A Espuma dos Dias



Estas poupanças nos funerais, de que vemos notícias atualmente nos jornais, começando os familiares dos mortos a optar pelos ofícios mais baratos devido à crise,  faz-me muito lembrar o romance de André Gide L'Écume des Jours, ou A Espuma dos Dias, livro que recomendo vivamente.

Neste romance, os funerais mais baratos, em vez de terem oficiantes tristes, tinham rapazes que assobiavam durante todo o cortejo fúnebre e dançavam em volta do túmulo.

O que dá vontade de rir no texto, como absurdo e surreal, é a ideia de que, pagando menos, se obtém mais trabalho dos agentes funerários, como esse de assobiar e dançar, em vez da atitude compungida e estática que se compra com os funerais mais caros.
Mas a vontade de rir é relativa...

Com jovens considerados "hiperativos", formados em escolas públicas, com direito a condições especiais de ensino, mas sem direito a entrar em universidades boas e a virem a ter bons empregos, será mesmo preciso pagar muito bem para estes mocinhos não assobiarem nem dançarem nos funerais e em toda a parte, como sempre fizeram nas aulas.

LOL sem LOL porque não tem graça.
Duplo LOL porque este romance parece hoje ser mais verdadeiro e mais atual.

quinta-feira, novembro 01, 2012

Cantar, outra forma de agir






A cantora lírica Ana Maria Pinto e outras mulheres "amigas" entoaram e fizeram entoar em coro as cantigas "Acordai", "Santa Bárbara Bendita" (em espanhol, no original) e "Grândola", numa manifestação apartidária e cidadã.
Vocês conhecem a que está toda de branco, na foto.

31 de Outubro de 2012, São Bento, Debate do Orçamento de Estado para 2013.

Comentários dos blogues às notícias do Público

Onde estão os comentários dos blogues às notícias do Público?

nas notícias do Jornal Público, encontramos o local para colocar os comentários dos blogues, mas já desde há várias semanas que as  mais polémicas não têm comentários.
Porquê? O que é que se passa?

Os deputados fugiram

Vocês já adivinharam: refiro-me, obviamente, aos deputados portugueses desta legislatura.
Não tiveram coragem para se oporem ao seu próprio partido, aproximando-se da vontade do povo, nem muito menos de enfrentarem esse mesmo povo que traíram e que se iria manifestar-se, mais tarde, pacificamente em frente ao parlamento. 
Nunca tivemos políticos tão cobardes. Nem tão oportunistas.




Factos: O orçamento de estado para 2013 foi aprovado na generalidade. Não demoraram o dia inteiro a discutir, como era de sua obrigação porque estavam previstas manifestações populares em frente ao parlamento: uma da CGTP e outras espontâneas. A Assembleia da República despachou tudo de manhã e fugiram. Aproveitaram para terem um "fim de semana" maior: quarta À tarde sem trabalhar e feriado na quinta. 
A Presidente da Assembleia, a quem devemos estes malabarismos, tem cerca de 40 anos e já usufrui de uma reforma. Boa. É o prémio por ter feito muitas destas.

P.S.: Este e outros blogues comentavam Às vezes as notícias do público. A partir de certa altura, o Público continua, aparentemente, a permitir, mas é impossível comentar certas notícias. As principais.


VER NO PÚBLICO a notícia, notar que existe um lugar para comentários de blogues, mas sem comentários. Alguém acredita que os blogues não comentam este tema?