sábado, novembro 28, 2015

domingo, novembro 22, 2015

sábado, novembro 21, 2015

Presépios de Belém: refugiados




Em novembro,a Sagrada Família, refugiada, dirige-se a Belém, enfrentando perigos terríveis. Como se vê, ampliando a imagem, se for preciso.

Mergulhados na água e na luz: a pintura de Joaquim Sorolla







O Museu Nacional de Arte Antiga trouxe a Lisboa várias obras de Joaquim Sorolla, considerado o pintor da luz, pela forma particular como joga com este elemento pictórico.


Gostei particularmente dos estudos e pinturas sobre o mar, sobretudo os regressos da pesca. É também muito sensível no modo como capta o olhar, obediência e a força dos animais, em total sintonia, direi mesmo em total parceria com os homens.


Há também uma aliança entre a força, a bondade e a ternura, nestas criaturas, animais e homens que, juntamente com os barcos, nos surgem do nada, mergulhados na água salgada e na luz.

domingo, novembro 15, 2015

Laurie Anderson

I've seen your film "The Heart of a Dog", yesteday in Lisbon.

And would like to ask You a question:

Hoje do I recognise myself if I do not have a body?

 How can I distinguish myself from the others, if I do not have a body?

:)

É claro que todos somos a favor da paz. Mas o que é a paz?


Parece-me que muitos dos meus amigos, muito bem intencionados, claro, não entendem que a nossa relação com o médio oriente é uma questão geoestrategica e geopolítica. 
Assim, uma potência regional, como o Iraque do Sadham, é deixada em paz pelas potências mundiais, porque mantém a região controlada. Direitos humanos não há, crimes praticados pelas autoridades há muitos, mas "a nós, ninguém nos chateia. O problema é que essas potências regionais vão adquirindo muito poderes e querem passar a controlar outra região que fica perto, por exemplo, a Europa. Que faz a Europa? Da última vez, ficou à espera dos Estados Unidos. Todo o ocidente tem cometido erros, por não entender o que é o fundamentalismo islâmico. Afinal,  o requinte do ocidente é ser ateu, não é? Quem são esses bárbaros que se reclamam do Islao?
 Deixem-nos andar, não os chateiem. 
Claro que somos a favor da paz. Mas o que é a paz?

Nunca Maquiavel foi tão atual!

sábado, novembro 14, 2015

Pray for Paris

I




Realizou-se esta semana o festival hindu Diwali, um dos festivais da lua cheia do Oriente e o principal, que celebra a vitória da luz sobre a escuridão.
Na mesma semana, em Paris, houve uma pequena vitória da escuridão sobre a luz.

Mas todas as luzes do mundo se acendem para afastar as trevas. 

Citando Sophia de Mello Breyner no poema "O Crepúsculo dos Deuses":

"A treva \ Foi exposta e sacrificada em grandes pátios brancos".

Ver aqui vídeo sobre as lanternas volantes que iluminam anote do Diwali





quinta-feira, novembro 12, 2015

Obrigada, criaturas do Neandertal, por nos fazerem reparar que... estamos noutra era

Uma criatura chamada Pedro Arroja fez rir o país e sobretudo o Facebook pelo ridículo das suas declarações, que seriam muito vulgares em inícios ou meados do Século XX.

Diz a avantesma que não queria aquelas mulheres do Bloco de Esquerda, sem se perguntar se passaria  pela cabeça das mulheres do Bloco de Esquerda interessarem-se por semelhante criatura.

O BE exige que o senhor peça desculpa, mas ninguém pede desculpa por ser ridículo. E mesmo que peça...

Obrigada, criaturas do Neandertal, por nos fazerem reparar que somos tão civilizados, tão modernos...
Que estamos noutra era.



Muito interessante o post deste blogue  sobre o assunto

Praça do Bocage

Citando : ""Há um enxame de medíocres vespas asiáticas ao assalto em defesa de uma nova barbárie política económica e social totalitária que quer comandar o mundo""


terça-feira, novembro 10, 2015

Soluções económicas?

Tão difícil assim? Não pode haver uma lei portuguesa que obrigue  o Pingo Doce português a pagar impostos em Portugal? E que carrada de impostos que aí vêm!!!!!!!

Se não sabem, o Pingo Doce paga impostos na Holanda. Porquê?

Entornou-se o Caldo!!! Que bom! Alguma Coisa Ainda Mexe

Pela primeira vez desde o PREC vejo no Facebook uma guerra pegada entre a esquerda e a direita. A guerra que fazia entornar o caldo, nas refeições familiares, incompatibilizar para toda a vida pais e filhos, esposas e maridos, irmão se irmãos. Temos aqui agora um arremedo.

Vocês, os jovens, nem imaginam como foi divertido! Ahahaha!
Mas ainda bem que há betinhos de esquerda e de extrema esquerda, como sempre houve. Para nem falar dos pobretões (económicos e mentais) da direita. Como sempre houve.

Vamos curtir este PREC

É ter levado muita gente a pensar que a Alemanha da Merkel defende os interesses dos portugueses.

As pessoas que estão aterrorizadas pelo novo governo de esquerda,  que lhes parece o caos, talvez nunca tenham ouvido falar de Keynes e de Keynesianismo, que salvou a Europa e em particular Alemanha, após a segunda guerra. 
Talvez nunca tenham pensado que a política e os políticos devem esperar e fabricar, ou ajudar a fazer, um mundo melhor, uma espécie de Jerusalém Terrestre, pois esta ideia não existe na direita, a despeito de ser uma ideia areligiosa e mística. 

O pior desta gente medíocre que nos governou estes anos a mando da Alemanha, é ter levado muita gente a pensar que Não Há Alternativa, na sigla inglesa, TINA (There Is No Alternative). 

É ter levado muita gente a pensar que a Alemanha da Merkel defende os interesses dos portugueses. 
É ter levado muita gente a pensar que não é possível modificar a Europa. 
É ter levado muita gente a pensar que não é possível modificar aquilo que é humano.
Ou seja, o Mundo

quarta-feira, novembro 04, 2015

A moderna China



Livro muito interessante sobre a nova China, rendida as grandes empresas americanas que nela procuram trabalho escravo e fáceis fraudes econômicas. Ainda com recordações da "revolução cultural" em que os estudantes se misturavam  com os camponeses, sem que se tenha conseguido ultrapassar os mais antigos tabus, em vigor hoje em dia. O livro só custa 5 euros na loja do jardim de campo de Ourique. E noutros sítios, em Portugal.