terça-feira, janeiro 31, 2017

Reformas? Aposentações? Wathever?


Receio ter entendido mal o que ouvi na TV, que os idosos com mais de 105 anos iam ter descontos nas viagens da Carris. Ou seria com mais de 65? Mas esses ainda não são idosos! Esses Ainda estão a Trabalhar e a pagar as reformas dos que se reformaram aos 45, 55, etc.

como tricotar um barrete anti-Trump

domingo, janeiro 29, 2017

Para quando uma investigação às pessoas que nunca mudam no Ministério da Educação? A pandilha que tudo controla, no ensino

O Ministro da Educação muda, mas não mudam os diretores gerais, os colaboradores, etc. E continua a haver um ensino sem qualidade, porque ninguém luta por um ensino com qualidade.

É sempre a mesma coisa, quando se pensa no ensino: provavelmente quem faz estas listas de livros nunca os leu, só lê revistas cor-de-rosa. Pode parecer caricatura, mas não é. Caricatura é o resultado final.

Ministério recomenda livro para 8º ano com linguagem sexual “violenta”

O melhor argumento que se encontra é que os alunos de 14  anos não são crianças e sim adolescentes. Sim, é necessário que se diga isso. Mas os adolescentes portugueses não estão mesmo nada, mas mesmo nada, a necessitar de que os professores os mandem ler livros com linguagem sexista e grosseira (ler artigo).

O comentário do autor não ajuda. Se tivesse coragem, diria que não escreveu o livro para adolescentes. 

Talvez seja por desejar vender que escreve frases nojentas, sexistas, machistas. 

A sua liberdade de expressão é total e ninguém a nega. 

Mas os adolescentes não devem ler livros, por recomendação do professores, que relacionem a sexualidade com actos ou termos grosseiros e violentos... 

Já existe muito disso fora da escola. Não é evidente? 


domingo, janeiro 22, 2017

Feministas muçulmanas partilham foto da Manif anti-Trump em Lisboa









Esta foto, ou outra muito próxima, de uma das minhas amigas da Manif de Lisboa chegou a um site de Feministas Muçulmanas e teve importância apara elas. 

Não confundir ser a favor das mulheres muçulmanas ou ser contar as pessoas muçulmanas.

De facto, algumas questões, feministas e laicas, não podem ser partilhadas por mulheres religiosas, sejam elas de que confissão religiosa forem.

Mas esta situação responde a perguntas como: "Por que razão lutas pelos direitos das mulheres e não pelos direitos das mulheres muçulmanas? "
VER AQUI

Marcha das mulheres contra Trump. Falta a marcha dos homens e das mulheres contra Trump








Foi noticiada, mundialmente, a marcha das mulheres americanas contra Trump.
Ainda não vimos a marcha dos homens e das mulheres contra Trump.
Este blogue quer apenas dar uma ideia da marcha das mulheres portuguesas em Lisboa e Americans residentes em Lisboa.
Contra Trump  e tudo o que ele representa.

domingo, janeiro 15, 2017

Condição Feminina no Sec. XXI?




A passagem de ano, ou melhor, de século para o século XXI (que vivemos na passagem de 1999 para 2000) foi um dos momentos mais felizes da minha vida. 
Parecia-me que no Sec. XXI já não haveria desculpas para estes atrasos. Como é possível considerar as mulheres inferiores aos homens no Sec. XXI?

Outra pergunta: as mulheres participam desta opinião? Porquê? 

Ver AQUI situação das mulheres na Arábia Saudita

sábado, janeiro 14, 2017

Professores doentes







Pergunto-me se isto também acontece muito noutras profissões, realmente não sei, mas custa-ema crer:

Uma professora nunca trabalha porque está doente há anos. Ainda não tem idade para se reformar e cada vez lhe falta mais tempo para a ter, com o aumento da idade da reforma. Também não tem direito reforma por invalidez. Logo no início do ano letivo, ou melhor, uns 15 dias depois, é substituída por outra. Esta outra aceita o trabalho e imediatamente mete um atestado (na melhor das hipóteses por doença prolongada ou gravidez prolongada) e, neste caso, é substituída por outra, uns 15 dias depois. Esta última trabalha (talvez trabalhe, ou então mete atestado por gravidez no fim do tempo, etc.) e é a única que os alunos conhecem, pois nunca viram as outras duas. 

Nas férias / interrupção do Natal, uma das doentes aparece. A única que trabalhou perde, então o emprego. Parece que, por lei, isto deve acontecer. Depois das férias / interrupção do Natal, ou da Páscoa, talvez a segunda doente ou grávida volte a ficar doente ou grávida e voltará a ser substituída por um nova: uma quarta pessoa, que talvez aceite o cargo e imediatamente meta um atestado por estar gravemente doente ou gravemente grávida...

Será que isto também acontece, com muita frequência, noutras profissões?

quarta-feira, janeiro 11, 2017

Ai a idade da reforma!



Dizem-se e fazem-se, na nossa sociedade atual muitos disparates relacionados com a reforma, por causa do aumento da idade para 66 anos e, sobretudo, pela injustiça de muitos se terem reformado com 50. Ou seja, andam agora pessoas de 66 anos a pagar as reformas de pessoas muito mais novas do que elas, e isto não dá para se perceber.

Por contágio, já é vulgar alguém que tem 40 anos lamentar-se de que ainda lhe faltam 26 para a reforma, o que é risível, pois ainda não deveria, sequer, pensar em tal coisa.

Mas para mim, o máximo foi isto: numa visita de estudo que fiz com alunos de 12 e 13 anos ao Museu do Azulejo, a guia disse-lhes que é voluntária, porque está reformada e acrescentou:

- Há tanto trabalho para fazer aqui, que, quando vocês se reformarem, também podem vir trabalhar para cá como voluntários.

Não resisti a responder:
- Claro, a principal preocupação destes meus alunos é: "o que vou eu fazer quando me reformar?! "

Os miúdos riram-se, claro, mas nem perceberam bem a ideia...

Eu às vezes sou um nadinha chata, mas... convenhamos...

Nadinha

terça-feira, janeiro 10, 2017

Soares, até sempre

Mário Soares: aprecio o facto de nunca lhe ter ouvido um comentário moralista ou sectário. 
 A tolerância e o diálogo sempre marcaram a sua atitude. 
E foi também isto que nos ensinou, entre outras coisas, a um país que já foi extremamente moralista e preconceituoso. 

Nunca iria ver o seu cadáver, por uma questão de princípio.

Não pude, por razões profissionais, estar presente na sua passagem por Lisboa, aplaudindo-o, o que teria feito de bom grado.

segunda-feira, janeiro 09, 2017

Meryl Streep versus Trump


"Pega no teu coração partido e transforma isso em arte" (tradução livre) .
Em estado de choque pela eleição de Trump, Meryl Streep critica-o sem nunca o mencionar, emocionado muito os colegas, atores de Hollywood, como se vê, a anão ser que "representem muito bem" :)
Notícia em Português Aqui :
Notícia em português Ver Aqui: https://www.publico.pt/2017/01/09/culturaipsilon/noticia/globos-de-ouro-meryl-streep-brilhou-no-discurso-onde-criticou-trump-1757588
AQUI em inglês sem tradução.


Quem foi Mario Soares, para os muito jovens?

Pergunto aos alunos pequenos o que sabem de Soares. Indignam-se por eu pensar que não sabem grande coisa e falam todos ao mesmo tempo: todos sabem que morreu e que o funeral vai atravessar a cidade de Lisboa, com grande participação do povo. 

E que mais? A maior parte não sabe mais nada. 


As famílias já não conversam? Não contam memórias familiares?


E o facto de as televisões estarem sempre a mencionar a sua morte também não quer dizer nada: ainda há pouco não se calavam com um alegado criminoso de delito comum que andava em fuga. Nesse ponto têm razão, claro.


Por que haveriam de perguntar quem foi a criatura? Se calhar, até é melhor nem saberem , é o que pensam...

domingo, janeiro 08, 2017

sábado, janeiro 07, 2017

Soares pode ensinar-nos muito sobre vitória e derrotas, ele que teve estrondosas vitórias e assustadoras derrotas

 

A morte de Mário Soares faz e fará de nós, portugueses, uma família. Ha muitos que o detestam muito, tanto como só detestamos outras pessoas da família.
Soares é fixe!

Soares pode ensinar-nos muito sobre vitória e derrotas, ele que teve estrondosas vitórias e ssustadoras derrotas. 

E sobre a coragem! 

"Só é derrotado quem desiste de lutar" - disse ele.

sexta-feira, janeiro 06, 2017

Dia de Reis: Adoração dos Reis Magos, por Domingos Sequeira



Esta obra de Domingos Sequeira foi o acontecimento do ano em relação à receção das obras dia arte em Portugal.
Adquirido com crowdfunding, por iniciativa do Museu Nacional de Arte Antiga, estabeleceu um ponto de viragem quanto ao conhecimento da obra de Domingos Sequeira e quanto à relação dos portugueses com as obras de arte.

Como tudo isto são boas notícias, uma boa noite de Reis e que venha mais disto.

quinta-feira, janeiro 05, 2017

Dia de Reis, Amanhã, ou o que quiserdes...


Ainda nem chegaram, ainda andam a perguntar aos pastores...
Um nadinha perdidos... só amanhã.




Fomentar a coragem ou promover o medo?

Formar para a tolerância, para a coragem de defender os amigos, para a coragem de se defender a si...





Bullying e Stalking são dois crimes relativamente vulgares nas escolas, por este motivo e por muitos outros.
Por ser gordo, por ser esquisito, por ser negro, por ser estrangeiro.

E também existe: eu ajudei bater-lhe, para não pensarem que eu era como ele. 
Promover a personalidade e a coragem. A bem da nação.

domingo, janeiro 01, 2017

Feliz Século XXI



No século XX eu sentia-me muito infeliz, sentia que vivia num país bastante atrasado num mundo muito atrasado.
Sinto-me muito melhor agora, num mundo que avançou exponencialmente. (Não estou a pensar no Trump, a América nunca representou o Eldorado para todos e sim algo a combater, politicamente ).