sábado, maio 13, 2006

Achas para a fogueira

Em muitos países orientais pratica-se hoje o aborto selectivo, também chamado feticídio: se for menina, aborta-se. Em aldeias remotas e pobres pode fazer-se uma ecografia para esse fim. Pior ainda, se nascer menina, abandona-se ou mata-se.
O resultado é haver, neste momento, milhões de homens sem qualquer possibilidade de um dia encontrarem uma mulher, número que crescerá no futuro (com o avanço da técnica…). Como são os mais pobres que ficam de fora, as autoridades começam a ficar preocupadas.

4 comentários:

Jubi disse...

Já há, minha cara. Já há!

Eu só ainda não entendo como esses chineses conseguem ser poligâmicos com tão pouca mulher! O contrário se entende...

Acredita que no tempo em que estive casada, amigas chinesas ficaram espantadas quando descobriram que eu não tinha um amante sequer?

Monogamia na China está fora de moda...

Nádia Jururu disse...

Isto para nós ainda é uma novidade absoluta.
Eu gostava que você escrevesse mais sobre o asunto, sobre a sua experiência. Se não couber aqui, pode mandar por email.
Imagino que deve ser impossível viver numa sociedade tão misógina!
Por isso é que você anda tão jururu...

Fado Alexandrino disse...

Por favor Jubi não escreva nada.
Peça mas é a umas amigas chinesas para escreverem e darem umas ideias para cá.

Nádia Jururu disse...

LOL, essa foi forte!